Nós sabemos que a prática do Marketing Digital é fundamental para a sua empresa. Isso, claro, engloba diversos conceitos. Passamos por vários deles em nossos artigos passados.

Chegou a hora de avançar mais nessa prática para alavancar ainda mais o seu negócio.

Vamos falar hoje sobre o Mailchimp, empresa focada em e-mail marketing que auxilia você a construir a sua lista de relacionamento.

Porque não adianta só produzir conteúdo, é necessário construir uma relação de confiança com a sua audiência para que a conversão das vendas comece a acontecer.

Os índices deste artigo serão:

  • O que é e-mail marketing?
  • Mailchimp: o que de fato é isso?
  • O Mailchimp é vantajoso para o meu negócio?
  • Como utilizar o MailChimp? Descubra no passo a passo
  • O Mailchimp se integra com outras plataformas?
    Antes de a gente começar a falar sobre Mailchimp, a gente precisa contextualizar falando sobre e-mail marketing, entender um pouco melhor sobre esse tema.
  • O que é e-mail marketing?

O e-mail marketing é o canal onde uma empresa vai se comunicar com seus potenciais clientes.

Você com certeza já recebeu na sua caixa de e-mails aquelas ofertas de lojas super vantajosas, que nem sempre são. Isso é e-mail marketing.

A prática já foi taxada como spam e comunicação invasiva, mas com a mudança das estratégias por parte dos profissionais, essa visão mudou. Ainda bem.

Mailchimp: o que de fato é isso?

Fundada em 2001, a Mailchimp é uma empresa exclusivamente de e-mail marketing.

Anos depois o Mailchimp tornou-se um dos softwares mais conhecidos e importantes de e-mail marketing do mundo. Dados da revista Forbes apontam que no ano passado a empresa já contava com 20 milhões de clientes ativos.

Ela funciona da seguinte forma: você se cadastra, configura e já pode começar a utilizar.

Na versão gratuita você pode cadastrar dois mil destinatários e encaminhar até 12 mil mensagens mensais, o que é perfeitamente aceitável para um começo.

Já a versão paga é ilimitada.

Com ele dá para segmentar bem as suas campanhas, escolher métricas de acompanhamento, realizar testes A/B, entre outras ferramentas.

Mas calma, a gente vai dissecar tudo sobre o tema nos próximos tópicos.

O Mailchimp é vantajoso para o meu negócio?

Depende. Certamente o software vai impulsionar e simplificar a comunicação com o seu lead, com grandes possibilidades de conversão, mas é preciso dedicação nessa etapa, e nas outras também.

Prós

Você não corre nenhum risco ao fornecer as informações da sua empresa, trata-se de uma empresa séria. A empresa já está no mercado há 18 anos, portanto fique tranquilo em relação a isso.

É fácil de utilizar: com o passo a passo que a gente vai passar aqui nesse artigo você vai ver que é bem tranquilo de usar o Mailchimp no seu negócio, você não precisa ser um desenvolvedor para pôr em prática tudo que almeja.

Comece hoje mesmo: dá para começar a utilizar o Mailchimp hoje mesmo, de graça. É claro que existem planos pagos, mas para começar, com até dois mil assinantes, é uma boa investida.

Caso você posteriormente necessite de um número maior, é possível investir em um plano pago. O mais barato custa 10 dólares por mês.

Contras

Não é um software oficial de e-mail marketing.

Apesar desse detalhe, ele pode te atender muito bem. É uma ferramenta essencial para o seu negócio.

Tome cuidado com a amplitude de cobertura do Mailchimp porque pode ser deficiente para o seu nicho.

A sua lista cresce, e o valor também.

O começo é gratuito, mas conforme o seu negócio ganha dimensão, você vai precisar assinar outros planos. Apesar de alguns usuários acharem o valor alto, comparando com outras plataformas é o mais em conta.

Será que o Mailchimp é para você?

Depende.

Ele torna-se necessário e rentável para você e a sua empresa quando você já tem um negócio estabelecido. Com isso, o investimento em e-mail marketing vira um aliado caminhado junto com o seu negócio para mais sucesso.

O Mailchimp é o software mais em conta para um começo “de investimento”. Mas isso também não quer dizer que não dê para migrar para outro software quando necessitar ou preferir.

Como utilizar o MailChimp? Descubra no passo a passo

Passo 1: Crie uma conta

Para criar a sua conta basta entrar no site do Mailchimp na plataforma.

Após, você precisa escolher um plano para seguir em frente. Vamos optar aqui pelo plano free, ok?

Passo 2: hora de configurar!

A partir daqui você vai fazer as configurações iniciais da sua conta. Vai ser necessário colocar informações sobre a sua empresa, o site, o endereço e as suas redes sociais.

Já é possível configurar a sua primeira campanha, confira na imagem abaixo.

Para fazer algumas configurações iniciais é preciso clicar no canto superior direito na imagem de perfil, e depois em “account”.

Nesse local é possível alterar dados do seu plano, de contato e de pagamentos. É possível ver os usuários habilitados também. Defina o fuso horário para que tudo fique certinho. Neste local, defina quais plataformas você vai integrar.

Passo 3: hora de criar uma lista de contatos.

A sua lista é a parte mais valiosa para o seu negócio, são os potenciais consumidores que poderão ser convertidos pela sua comunicação, vai depender de você e da sua estratégia.

No Mailchimp essa lista de contatos é carinhosamente chamada de “audiences”. Caso opte pelo plano gratuito você poderá ter somente uma lista.

As opções disponíveis no menu audiences são:

  • importar contatos de uma lista externa
  • sincronizar contatos de outra plataforma
  • incluir contatos manualmente
  • criar formulário de cadastro
  • criar uma landing page

Os contatos sincronizados recebem um tratamento especial. Aqueles que estão duplicados são automaticamente apagados.

Para que você envie constantemente e-mails para uma lista, você precisa ter autorização de cada pessoa da lista, caso contrário essa comunicação pode ser considerada spam.

Passo 4: importando contatos

Se o seu negócio já possui uma lista de potenciais clientes você não precisa se dar o trabalho de criar uma nova. Apenas exporte, como fazer isso?

Vamos lá.

É possível fazer a importação através de arquivos CSV ou TXT. Pode também copiar e colar contatos de um arquivo XLS ou XLSX, e ainda importar contatos ao integrar serviços como Salesforce ou Zendesk.

Passo 5: os formulários de cadastro

Que tal fazer a sua lista crescer ainda mais?

Vá ao menu Audience e clique em Signup Forms. As seguintes opções irão aparecer.

Form builder: defina os campos e o layout e faça a tradução dos formulários de cadastro, descadastro e atualização do cadastro.

Embedded forms: configure os formulários de cadastro e obtenha o código para embutir no seu site e crescer a sua lista.

Subscriber pop-up: crie um formulário no formato de pop-up que apareça na tela automaticamente (depois de 5s ou antes de fechar a página, por exemplo).

Form integrations: crie formulários em outras plataformas e integre com o Mailchimp.

Facebook Form: crie formulários diretamente para a sua página no Facebook.

Passo 6: Capturar contatos com landing pages

Você sabia que as landing pages são ótimas formas de capturar leads?

Claro, é preciso que ela esteja bonita. Aquela máxima do livro também vale aqui. Sim, as pessoas julgam um livro pela capa. Um site ainda mais.

Para criar uma landing page no Mailchimp, você deve clicar em Create (ao lado da sua foto de perfil, no menu superior) e depois clicar em Landing Page para começar a configuração.

Passo 7: criar grupos, segmentos e tags no Mailchimp

É interessante a partir daqui pensar que fornecer o mesmo conteúdo sempre para as mesmas pessoas pode não funcionar. Eu sou diferente de você, assim como os seus leads são diferentes, apesar de convergirem para o mesmo nicho.

Por que não dividir essa lista e enviar conteúdos relevantes por grupos que se parecem mais? Campanhas segmentadas dessa forma convertem mais.

Você pode definir esse grupo no formulário de cadastro mesmo.

Os segmentos que se destacam são agrupamentos por características em comum. Quando os usuários se cadastram eles fornecem essas informações para você.

As tags que você utiliza servem para reconhecer esses grupos e potencializar a área de alcance.

Como criar campanhas no Mailchimp?

Vá correndo ao botão Create, ele fica no menu superior da página, colocado a sua foto de perfil.

Clique primeiro em E-mail para iniciar a campanha.

Campanha regular, automatizada ou somente texto? Hora de definir isso para prosseguir. Acompanhamos aqui a forma de criação por uma campanha regular.

Quem vai receber o seu e-mail?

Selecione a lista, o grupo, o segmento e tag para qual você quer enviar o e-mail marketing. Há modelos já preenchidos no site para te ajudar, caso tenha alguma dúvida.

Quem envia o e-mail?

O campo “from” pode ser editado a cada envio, para o nome que julgar conveniente. É prudente que você envia alguns como diretor, outros como redator.

Modelo de e-mail

A começar pelo título, ele precisa ser extremamente atrativo. A pessoa precisa ficar curiosa e a mão tremer para clicar no seu link. Seja criativo.

Para o seu modelo de e-mail já existem inúmeros prontos pela plataforma, você pode escolher um e editar, ou começar do zero se baseando no que já existe.

As possibilidades são intermináveis.

Passo 8: o disparo e o relatório

Chegou a hora de disparar os e-mails para a sua lista, mas calma, antes confira os detalhes para ver se está tudo certo.

É possível configurar um e-mail de teste para você saber como o conteúdo se comporta nas diferentes plataformas. Confira mesmo, porque depois não tem como voltar.

Depois desse processo você clica em Send e sua lista irá receber o seu e-mail preparado com muito carinho.

Mas não basta só enviar, correto? Fique de pertinho acompanhando os resultados, no que deu. Os relatórios servem para isso. As métricas do e-mail marketing são fornecidas pelo Mailchimp gratuitamente. Veja a imagem abaixo. Você consegue acompanhar uma série de coisas.

Passo bônus: automação para os e-mails

Economia de tempo em foco aqui!

Deixe de lado essa caos de configurar um e-mail todos os dias para mandar para a sua lista. Já pensou configurar sempre que cada pessoa fizer aniversário?

Infelizmente apenas alguns e-mails avulsos podem ser automatizados, mas olha o que você pode ter no plano pago:

  • mensagem de boas-vindas para quem se cadastra na lista;
  • mensagem de feliz aniversário;e-mail personalizado para contatos identificados com uma tag;
  • atualizações do blog;
  • retargeting para usuários que visualizaram algum produto do e-commerce;
  • retargeting de carrinho abandonado;
  • pedido de avaliação de um produto que o usuário recém comprou.

O Mailchimp se integra com outras plataformas?

SIM! E isso é uma ótima notícia.

O Mailchimp é bem desenvolvido e tem muitas funcionalidades, mas você pode agregar a experiência e torná-la mais rica com outras plataformas também.

Veja as principais integrações que podem ser realizadas.

Canva (edição de imagens)
Cyfe (dashboards)
Eventbrite (gestão de eventos)
Hootsuite (gestão de redes sociais)
Magento (e-commerce)
Olark (chat online)
Pipedrive (gestão de leads)
Salesforce (CRM)
Typeform (formulários online)
Unbounce (landing pages)
WooCommerce (e-commerce)

Conclusão

Portanto, podemos concluir que o Mailchimp é excelente para o seu negócio, certo?

Certo. Ele tem inúmeras funcionalidades capazes de te auxiliar a converter sem muito esforço os seus potenciais clientes. Atente-se bem para as dicas que demos aqui, é preciso acertar todos os detalhes para que funcione de fato.

Mas e aí, curtiu esse artigo? Conta para a gente nos comentários.

A gente se vê!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *